Artigos publicados em periódicos

Acesso aberto aos artigos publicados pelos integrantes do LaboMídia em 2015.

Documentos

Ordenar por : Nome | Data | Acessos [ Descendente ]

Por outra Educação Física Escolar: Natureza, Cultura e Experiências na Costa da Lagoa (SC) Por outra Educação Física Escolar: Natureza, Cultura e Experiências na Costa da Lagoa (SC)

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 176.01 kB
Downloads: 587

MANFROI, M. N.; FERREIRA, J. R. P.; MARINHO, A. Por outra Educação Física Escolar: Natureza, Cultura e Experiências na Costa da Lagoa (SC). Pensar a Prática, Goiânia, v. 18, n. 3, jul./set. 2015. 

Esta pesquisa se desenvolveu em uma escola pública municipal, pertencente a um bairro de Florianópolis (SC), Costa da Lagoa (Costa), no qual o acesso se faz somente por trilhas ou barcos. Parte de uma pesquisa mais ampla, este estudo etnográfico teve como objetivo investigar como ocorrem as aulas de Educação Física na Escola da Costa. Na escola estudada, pela criatividade do professor e a adesão das crianças, o próprio cenário da comunidade e da escola tornam-se espaços desafiadores para novas aprendizagens. O professor de Educação Física, ao planejar as aulas, envolve os recursos ofertados pela própria comunidade e pela natureza, ampliando a concepção de Educação Física escolar e de cultura corporal.

Mitologias Midiaticas de Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Análise Semiótico-Discursiva das HQs de Maurício de Sousa. Mitologias Midiaticas de Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Análise Semiótico-Discursiva das HQs de Maurício de Sousa.

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 335.02 kB
Downloads: 595

MESSA, Fabio de Carvalho. Mitologias Midiaticas de Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Análise Semiótico-Discursiva das HQs de Maurício de Sousa. Lúdica Pedagógica (Educación Fisica, Recreacion, Deporte), Colombia, v. 2, n. 20, p. 37-46, 2014 (Publicação em 2015). ISSN 0121-4128

Este artigo apresenta e discute os perfis de três personagens-títulos das histórias em quadrinhos da Turma da Mônica, de Maurício de Sousa – Pelezinho, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr., craques do futebol brasileiro – para evidenciar as diferentes formas de representação simbólica do futebol no imaginário midiático. A partir de um trabalho metodológico de monitoramento semiótico-discursivo das edições impressas de fevereiro de 2013 a fevereiro de 2014, selecionaram-se algumas passagens para destacar as distintas nuances do conhecimento sobre o futebol veiculado nas narrativas, por meio de determinadas ocorrências sígnicas. São elas: características das personalidades dos heróis (sujeitos históricos) e suas bases parafrásticas e paródicas; figuratividades do futebol – presença da bola, aspectos sociais e pedagógicos do desporto, propaganda ideológica, estereótipos e índices morais e políticos subjacentes às narrativas. Com base nessa categorização e nas teorias da linguagem de Roland Barthes e Umberto Eco, identificamos que a revista do Pelezinho, proposta mais antiga do autor, concentra no personagem grande parte do repertório cultural do futebol brasileiro dos anos 70-80, condensando questões de linguagem e comportamento, assim como a disseminação dos saberes sobre o futebol e sua pedagogia, incluindo seus desdobramentos afetivos e sociais. Já as histórias de Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. têm suas propostas encomendadas a partir de temas recorrentes da agenda midiática nacional dos anos 2000, com um menor comprometimento com os saberes acerca do futebol. Por meio de enredos pouco problematizáveis, as políticas editoriais dessas duas últimas tematizam amenidades do universo infantil, engrenam campanhas ideológicas, que reforçam estereótipos e padrões morais, geralmente extraídos da factualidade jornalística e/ou da mitologia midiático-esportiva brasileira.

O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012. O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012.

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 280.03 kB
Downloads: 626

MEZZAROBA, Cristiano et al. O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012. Motrivivência, v. 27, n. 44, p.64-78, 4 maio 2015. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). DOI: 10.5007/2175-8042.2015v27n44p64. 

Com os megaeventos esportivos acontecendo no Brasil (Jogos Pan-americanos 2007; Copa das Confederações 2013; Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas/Paraolimpíadas 2016), visualizamos um período profícuo e instigador para pesquisas em torno deste objeto, concentrando nosso olhar para as Olimpíadas de Londres/2012. A exaltação do fenômeno esportivo trouxe, nesta pesquisa, as diversas faces que a mídia pode apresentar-se e associar-se (no tocante à economia, cultura, política, educação etc.). Nosso objetivo foi analisar como a mídia no estado de Sergipe antecipou e deu visibilidade às Olimpíadas/2012, construindo um “agendamento midiático-esportivo”, a partir da estratégia da mobilização da dialética global-local. De cunho qualitativo e de caráter descritivo-exploratório, a pesquisa desenvolveu-se em três eixos: mídia impressa, digital e televisiva – que permitiram evidenciar a baixa efetivação da estratégia de agendamento e da dialética global-local, seja em virtude do amadorismo das entidades jornalísticas, seja, principalmente, sergipanos na competição.

A educação e o destino social em análise A educação e o destino social em análise

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 141.31 kB
Downloads: 737

MEZZAROBA, Cristiano; A educação e o destino social em análise. Revista Educação em Questão , v. 51, p. 277-281, 2015.

Desvelar, indagar, refletir − termos sempre comuns às obras de Pierre Bourdieu que, no livro Os herdeiros − os estudantes e a cultura, com autoria compartilhada de Jean-Claude Passeron, publicada originalmente em francês em 1964 e pela primeira vez traduzida para o português em 2014 por Ione Ribeiro Valle e Nilton Valle, são novamente colocados à prova (empiricamente) em relação àquele que poderia ser eleito como o “objeto” principal da obra acadêmica e intelectual de Bourdieu: a educação escolar em seu caráter de denúncia quanto ao destino dela fazem parte.

Reflexões sobre a formação de professores, práticas midiáticas e mediações educativas Reflexões sobre a formação de professores, práticas midiáticas e mediações educativas

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 489.23 kB
Downloads: 601

MEZZAROBA, Cristiano. Reflexões sobre a formação de professores, práticas midiáticas e mediações educativas. Revista Tempos e Espaços em Educação, v.8, n.17, p.191-208, set./dez. 2015

As reflexões presentes neste ensaio teórico têm como cenário as relações entre a formação de professores, tensionada com as práticas midiáticas e as mediações educativas. O exercício pretendido é dar continuidade – tensionando e equilibrando posicionamentos – à discussão bastante atual das tecnologias na educação. Veremos, neste diálogo, que há autores, internacionais e brasileiros, que demonstram certo determinismo otimista em relação aos usos tecnológicos na educação, enquanto outros alertam e questionam quanto aos riscos desses discursos e práticas quando não há reflexão e problematização aprofundada. A discussão inicia-se com um panorama sobre a cultura e a educação no mundo contemporâneo; na sequência, aborda-se a mediação cultural e a mídia-educação; por fim, o debate se encerra dedicando-se à temática da formação de professores, em especial, aos desafios colocados aos profissionais da educação nesse universo das práticas midiáticas.