Artigos publicados em periódicos

Acesso aberto aos artigos publicados pelos integrantes do LaboMídia em 2015.

Documentos

Ordenar por : Nome | Data | Acessos [ Descendente ]

Megaeventos esportivos e educação física: estudo no Facebook com professores em formação inicial. Megaeventos esportivos e educação física: estudo no Facebook com professores em formação inicial.

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 337.73 kB
Downloads: 595

SANTOS, S. M. ; PIRES, G. L. . Megaeventos esportivos e educação física: estudo no Facebook com professores em formação inicial. Pensar a Prática (Online), Goiânia, v. 18, p. 1-14, 2015.

No momento esportivo de realização de grandes eventos, a preocupação com suas  implicações à cultura esportiva do País tornou-se pauta importante para estudos acadêmicos. O objetivo dessa pesquisa foi compreender como professores de Educação Física em formação inicial interagem com o discurso midiático-esportivo sobre megaeventos, no âmbito da convergência digital dos meios. Foi um estudo observacional-descritivo, com cinco estudantes da licenciatura em Educação Física da UFSC. A investigação aconteceu em dois cenários: 1) online, no Facebook; e 2) offline, com questionários e entrevista. Os sujeitos apresentaram uma perspectiva crítica sobre a temática, mas demonstraram dificuldade teóricas e práticas da área.

Mídia, esporte e cultura esportiva: um ensaio com a teoria das mediações culturais de Jesús Martín-Barbero Mídia, esporte e cultura esportiva: um ensaio com a teoria das mediações culturais de Jesús Martín-Barbero

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 706.06 kB
Downloads: 612

SANTOS, Silvan Menezes. Mídia, esporte e cultura esportiva: um ensaio com a teoria das mediações culturais de Jesús Martín-Barbero. Revista Tempos e Espaços em Educação, v.8, n.17, set./dez. 2015.

 

Este ensaio teve o objetivo de provocar o pensamento acerca da cultura esportiva na perspectiva dos preceitos teórico-metodológicos do “mapa das mediações culturais” de Jesús Martín-Barbero. Vista a complexidade e as peculiaridades que cercam o fenômeno esportivo como objeto midiático e comunicacional da contemporaneidade, a teoria se apresenta capaz de problematizar o fenômeno abrangendo as dimensões mercadológicas das instituições envolvidas, as socializadoras das interações sociais que se estabelecem, as estratégicas das narrativas midiáticas construídas e as simbólicas das diferentes culturas em que se apresenta. Desde que sejam trabalhadas as diferentes mediações conjuntamente, sem esquecer do diacronismo e do sincronismo concernente à proposta analítica, os elementos mediadores da institucionalidade, da socialidade, da tecnicidade e da ritualidade aparecem como aporte coerente e coeso para o trato das manifestações do esporte como um bem cultural e um fenômeno comercial e midiático.

Mitologias Midiaticas de Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Análise Semiótico-Discursiva das HQs de Maurício de Sousa. Mitologias Midiaticas de Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Análise Semiótico-Discursiva das HQs de Maurício de Sousa.

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 335.02 kB
Downloads: 574

MESSA, Fabio de Carvalho. Mitologias Midiaticas de Pelé, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Análise Semiótico-Discursiva das HQs de Maurício de Sousa. Lúdica Pedagógica (Educación Fisica, Recreacion, Deporte), Colombia, v. 2, n. 20, p. 37-46, 2014 (Publicação em 2015). ISSN 0121-4128

Este artigo apresenta e discute os perfis de três personagens-títulos das histórias em quadrinhos da Turma da Mônica, de Maurício de Sousa – Pelezinho, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr., craques do futebol brasileiro – para evidenciar as diferentes formas de representação simbólica do futebol no imaginário midiático. A partir de um trabalho metodológico de monitoramento semiótico-discursivo das edições impressas de fevereiro de 2013 a fevereiro de 2014, selecionaram-se algumas passagens para destacar as distintas nuances do conhecimento sobre o futebol veiculado nas narrativas, por meio de determinadas ocorrências sígnicas. São elas: características das personalidades dos heróis (sujeitos históricos) e suas bases parafrásticas e paródicas; figuratividades do futebol – presença da bola, aspectos sociais e pedagógicos do desporto, propaganda ideológica, estereótipos e índices morais e políticos subjacentes às narrativas. Com base nessa categorização e nas teorias da linguagem de Roland Barthes e Umberto Eco, identificamos que a revista do Pelezinho, proposta mais antiga do autor, concentra no personagem grande parte do repertório cultural do futebol brasileiro dos anos 70-80, condensando questões de linguagem e comportamento, assim como a disseminação dos saberes sobre o futebol e sua pedagogia, incluindo seus desdobramentos afetivos e sociais. Já as histórias de Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. têm suas propostas encomendadas a partir de temas recorrentes da agenda midiática nacional dos anos 2000, com um menor comprometimento com os saberes acerca do futebol. Por meio de enredos pouco problematizáveis, as políticas editoriais dessas duas últimas tematizam amenidades do universo infantil, engrenam campanhas ideológicas, que reforçam estereótipos e padrões morais, geralmente extraídos da factualidade jornalística e/ou da mitologia midiático-esportiva brasileira.

O Brasil na Copa, a Copa no Brasil: notas sobre o agendamento midiático da Copa de 2014 no Blog do Juca O Brasil na Copa, a Copa no Brasil: notas sobre o agendamento midiático da Copa de 2014 no Blog do Juca

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 196.35 kB
Downloads: 573

CRUZ Junior, Gilson, FERMINO, Antonio Luis, PIRES, G. L. O Brasil na Copa, a Copa no Brasil: notas sobre o agendamento midiático da Copa de 2014 no Blog do Juca. Revista Brasileira de Ciências do Esporte , v.37, n.3, p.251 - 257, 2015

Este artigo discute sobre o agendamento midiático-esportivo da Copa 2014. Tem como base a cobertura jornalística da Copa 2010 feita pelo Blog do Juca. Em termos metodológicos, usa a análise de conteúdo e a análise crítica do discurso e define como base empírica as postagens e os comentários do blog. Por fim, sintetiza as principais recorrências observadas e destaca alguns dos desafios apresentados no horizonte da problemática.

O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012. O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012.

hot!
Adicionado em: 19/05/2016
Date modified: 19/05/2016
Tamanho: 280.03 kB
Downloads: 607

MEZZAROBA, Cristiano et al. O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012. Motrivivência, v. 27, n. 44, p.64-78, 4 maio 2015. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). DOI: 10.5007/2175-8042.2015v27n44p64. 

Com os megaeventos esportivos acontecendo no Brasil (Jogos Pan-americanos 2007; Copa das Confederações 2013; Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas/Paraolimpíadas 2016), visualizamos um período profícuo e instigador para pesquisas em torno deste objeto, concentrando nosso olhar para as Olimpíadas de Londres/2012. A exaltação do fenômeno esportivo trouxe, nesta pesquisa, as diversas faces que a mídia pode apresentar-se e associar-se (no tocante à economia, cultura, política, educação etc.). Nosso objetivo foi analisar como a mídia no estado de Sergipe antecipou e deu visibilidade às Olimpíadas/2012, construindo um “agendamento midiático-esportivo”, a partir da estratégia da mobilização da dialética global-local. De cunho qualitativo e de caráter descritivo-exploratório, a pesquisa desenvolveu-se em três eixos: mídia impressa, digital e televisiva – que permitiram evidenciar a baixa efetivação da estratégia de agendamento e da dialética global-local, seja em virtude do amadorismo das entidades jornalísticas, seja, principalmente, sergipanos na competição.