Artigos publicados em periódicos

Acesso aberto aos artigos publicados pelos integrantes do LaboMídia em 2013.

Documentos

Ordenar por : Nome | Data | Acessos | [ Descendente ]

Entre as mídias e o urbano Entre as mídias e o urbano

hot!
Adicionado em: 17/09/2013
Date modified: 17/09/2013
Tamanho: 473.05 kB
Downloads: 1326

PEREIRA, Rogério Santos; Et al. Entre as mídias e o urbano: polifonia e agendamento da Copa do Mundo da FIFA 2014 na cidade de Florianópolis. Praxia, UEG, Goiânia, v. 1, n. 2, p. 131-151, 2013.

RESUMO: 

Esta pesquisa objetivou investigar os modos de agendamento para a Copa do Mundo da FIFA de 2014, a realizar-se no Brasil, a partir de uma etnografia na cidade de Florianópolis – SC. O campo, denominado “Triângulo Nervoso”, teve como limite espacial o centro da cidade e temporal o período de realização da Copa do Mundo da FIFA na África do Sul (2010). Ao se considerar a hipótese de que a referida Copa poderia servir de alavanca para a publicização da Copa no Brasil, tomamos como objeto as “mídias urbanas” (outdoors, vitrines, panfletos, etc.) além dos diversos discursos citadinos. Tal polifonia aponta para um “não agendamento”, haja vista a “mudez” da urbe sobre a temática.

SABERES E PRÁTICAS CORPORAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES SABERES E PRÁTICAS CORPORAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

hot!
Adicionado em: 06/02/2014
Date modified: 06/02/2014
Tamanho: 137.06 kB
Downloads: 1368

LAZZAROTTI FILHO, Ari; SILVA, Ana Márcia; PIRES, Giovani De Lorenzi. Saberes e práticas corporais na formação de professores de Educação Física na modalidade a distância. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 35, n. 3, p. 701-715, jul.-set/2013. Disponível em: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/1316/879

RESUMO

O presente texto comunica o resultado de uma investigação que objetivou compreender como é desenvolvido o saber das práticas corporais num curso de licenciatura em Educação Física (EF) na modalidade a distância. A metodologia utilizada foi o estudo de caso e a análise dos dados foi desenvolvida com apoio do software Nvivo 9.1. Como resultado, destaca-se que o saber das práticas corporais marca a perspectiva dos componentes da equipe pedagógica, tanto na sua história de vida como em seus processos de escolarização, além de aparecer como preocupação no desenvolvimento do curso na modalidade a distância. Identifica-se essa preocupação, também, no projeto político pedagógico do curso, mas o processo pedagógico parece estar centrado no saber sobre as práticas corporais desenvolvidas através das mídias digitais.

Histórias de vida e experiências docentes no estágio supervisionado de licenciandos em Educação Física - modalidade EAD Histórias de vida e experiências docentes no estágio supervisionado de licenciandos em Educação Física - modalidade EAD

hot!
Adicionado em: 20/05/2013
Date modified: 20/05/2013
Tamanho: 134.19 kB
Downloads: 1373

QUARANTA, André Marsiglia; PIRES, Giovani De Lorenzi. Histórias de vida e experiências docentes no estágio supervisionado de licenciandos em Educação Física - modalidade EAD. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 19, n. 02, p. 185-205, abr/jun de 2013. Disponível em http://seer.ufrgs.br/Movimento/issue/view/1953

RESUMO

A partir de estudo de múltiplos casos, objetivamos investigar aspecto específico da formação de professores de Educação Física na modalidade a distância (EAD), que se refere ao estudo das histórias de vida na/com a Educação Física no ensino básico e as experiências docentes no primeiro estágio supervisionado de quatro acadêmicos do polo de apoio presencial de Piritiba/BA, do curso de licenciatura oferecido pela Universidade de Brasília/Universidade Aberta do Brasil. Compreendendo que na modalidade EAD a relação com o conhecimento se dá majoritariamente mediada pelas tecnologias digitais, interessou refletir como se deu e foi interpretada essa inserção inicial dos estagiários, como professores em formação, no âmbito da cultura escolar, num campo cuja especificidade são as práticas corporais. Pode-se perceber que as histórias de vida influenciam em boa medida na escolha das estratégias didáticas dos estagiários, assim como na forma como eles interpretam suas experiências docentes no estágio supervisionado.

Educação Física e tecnologias de informação e comunicação - TICs: uma aproximação para a transformação? Educação Física e tecnologias de informação e comunicação - TICs: uma aproximação para a transformação?

hot!
Adicionado em: 02/06/2013
Date modified: 02/06/2013
Tamanho: 834.53 kB
Downloads: 1459

LISBOA, M.; ZIEGLER, A. Educação Física e tecnologias de informação e comunicação - TICs: uma aproximação para a transformação?. Revista entreideias: educação, cultura e sociedade. Salvador/BA, v.1, n. 1, p. 153-158, jul.-dez./2012. Disponível em: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/entreideias/article/view/6604/4860. Acesso em: 01 Jun. 2013.

RESUMO

A nossa aproximação com o trabalho resenhado a seguir, ocor- reu após um levantamento da produção em Educação Física e Mídia nos Programas de Pós-Graduação em Educação do Brasil, realiza- do como uma tarefa didático-pedagógica da disciplina Seminário Avançado de Pesquisa em Educação Física, Mídia e Tecnologias1, no Programa de Pós-Graduação em Educação Física (PPGEF) da Uni- versidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Concomitantemente, foi lançado o desafio de nos debruçarmos com mais profundidade e detalhamento em uma pesquisa (tese), refletindo e dialogando com/sobre os saberes e fazeres científicos da temática de estudo. 

DIALOGICIDADE COMO DESAFIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO E MÍDIA DIALOGICIDADE COMO DESAFIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO E MÍDIA

hot!
Adicionado em: 22/05/2013
Date modified: 22/05/2013
Tamanho: 500.49 kB
Downloads: 1462

LEIRO, Augusto Cesar Rios; RIBEIRO, Sérgio Dorenski Dantas. Dialogicidade como desafio de pesquisa em educação e mídia. Atos de Pesquisa em Educação, Blumenau/SC, v. 8, n. 1, p. 360-388, jan./abr. 2013.

RESUMO

Trata-se de um ensaio que discute o binômio educação e mídia como categorias teóricas substantivas e toma uma experiência teórico-metodológica de pesquisa, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia, com jovens de uma escola pública sergipana como referência. O questionário, os filmes seguidos de roda de conversa e a produção de jornal e vídeo foram os procedimentos metodológicos. Reconhece que as inovações tecnológicas se constituem em artefato significativo na vida dos sujeitos e aponta a formação como desafio estratégico para afirmar protagonismos e dialogicidade na ambiência escolar.